Terça-feira, 27 de Junho de 2006

Solstício de 2006

 

 

“Há milénios, os indo-europeus lançaram-se à conquista do Mundo e encetaram a longa marcha dos povos vindos da hiperbória.

Nós, que somos os seus herdeiros, renovamos esta noite o rito antigo dos filhos do Sol.

Que o FOGO, vindo dos quatro horizontes do nosso Mundo, ilumine com uma chama única este solstício de 2006”

 

 

 

 

Esta foi a sublime frase emanada pelas nossas vozes, na fantástica noite deste Solstício.

 

 

 

 

Retratando o Ar, que entra no nosso peito e nos faz levitar.

 

Mergulhando na Água, que é fonte de vida, inspiração dos mais atentos.

 

Enlameado com a Terra, que purifica cada poro de minha pele, que simboliza meus alentos.

 

Dançando com o fogo, que nos faz acreditar, sonhar ...

 

 

 

 

Foi na companhia destes quatro e indissociáveis elementos que nós, o TEB (Teatro de Estudantes de Bragança), celebramos o mais belo ritual de misticismo e encanto.

 

 

Foram momentos únicos, de êxtase, no nosso lindo Castelo.

Não esquecerei!

 

 

Que o FOGO ilumine todas as vossas vidas!!

 

 

sinto-me: a aproveitar cada momento
música: The mystic way

Sentido por Angel of Obscurity às 12:37
link do post | Comentar | os vossos sentires (33) | interioriza o meu sentir
Domingo, 18 de Junho de 2006

Observo-te e Consumo-te...

 

Aqui, neste meu mundo tão meu,

tão sombrio e luminoso,

tão obscuro e misericordioso,

tão cheio de mistérios e segredos que assolam os meus dias,

meus desejos e vontades,

meus prazeres e sensualidades,

Observo-te e Consumo-te...

Aqui, neste meu mundo tão meu,

por todos desconhecido,

espelho-me em ti,

Observo-te e Consumo-te com toda a sublime vontade que me invade,

com toda a loucura que imerge de meus pensamentos,

com toda a força que nasce de meu coração,

tão desejoso de te ter aqui,

neste meu mundo só meu,

mas tão teu...

Porque estás tão perto, mas tão infinitamente longe??

Observo-te e Consumo-te através desta transparente vidraça,

que me esconde,

que cobre toda a dimensão dos saberes nunca explorados.

Aqui, neste meu mundo tão meu,

entrelaçado nestes trovões,

nestes fulminantes raios que me afogam com gotículas tão profundas e enfurecidas,

Observo-te e Consumo-te com o olhar...

 

sinto-me: incompleto!
música: Creed- with arms wide open

Sentido por Angel of Obscurity às 02:39
link do post | Comentar | os vossos sentires (42) | interioriza o meu sentir

Me


Meu perfil

seguir perfil

. 24 seguidores

Quem me veio espreitar:

online:

online
CURRENT MOON

moon info

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Angel of Obscurity

One Past

Angel of Light

Sentires

Conquitas do tempo

'Le Moulin'

oásis

!!!

Esperança: luz à saída do...

O manto..

Conflito(s)

ReErguendo a esperança

(...)

A vontade de querer…

Confusão..

about the despair on the ...

Caminho..

História(s)

Lembranças

Abril 2017

Setembro 2016

Julho 2012

Janeiro 2012

Julho 2011

Março 2011

Janeiro 2010

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Antigos companheiros

:) Um sorriso

Image Hosted by ImageShack.us